Blog

rinoplastia redutora

Redução de nariz: o que você precisa saber sobre Rinoplastia Redutora

POR rafael | jan 21, 2022 | Dr Erick Oliveira, Rinoplastia

Se você está pensando em fazer uma redução de nariz, é provável que tenha muitas dúvidas e inseguranças. Isso é normal, já que estamos falando de um procedimento estético que mudará traços marcantes de sua fisionomia.

A contratação de um especialista em Rinoplastia é o primeiro passo para o sucesso dessa cirurgia, mas existem outros detalhes e situações que precisam ser esclarecidas antes de marcar a sua data. Foi pensando nisso que preparamos este post!

A seguir, você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre a Rinoplastia Redutora e se preparar para o dia que, certamente, será um dos mais importantes da sua vida. Acompanhe!

O que é uma Rinoplastia Redutora?

rinoplastia redutora

A Rinoplastia Redutora, também conhecida como redução de nariz, é uma cirurgia plástica indicada para diminuir o tamanho das estruturas ósseas e cartilaginosas que formam a giba. Em geral, o procedimento é feito com objetivo estético.

Trata-se de uma técnica tradicional, que precisa ser realizada por um cirurgião plástico especialista. A intenção é garantir resultados mais próximos à expectativa do paciente que não está satisfeito com o tamanho do seu nariz.

Como é feita a cirurgia de redução de nariz?

Muitas pessoas sonham em fazer uma Rinoplastia, mas têm medo da cirurgia. A verdade é que a única maneira de se sentir mais seguro é buscando informações e um bom médico.

Sabendo disso, é interessante que você entenda como tudo funciona. Em primeiro lugar, o procedimento é feito com anestesia geral, o que garante ao paciente a tranquilidade de não sentir dor e desconforto.

Além disso, a critério do cirurgião, é possível administrar anestesia local no nariz, visando reduzir sangramentos durante a cirurgia e gerar menos desconforto ao paciente no pós-cirúrgico.

Na prática, por meio de técnicas avançadas, pedaços de cartilagem serão retirados ou remodelados conforme as necessidades individuais do paciente. Além disso, é possível executar uma raspagem ou lixamento do osso para, por exemplo, reduzir sua altura ou deixá-lo mais estreito.

Vale destacar que, em alguns casos, é possível tratar desvio de septo. Daí a importância da realização de exames no pré-operatório, já que o resultado esperado é um nariz menor, porém com sua função respiratória totalmente preservada.

Uso da técnica Estruturada

A técnica Estruturada é uma inovação no que diz respeito à redução de nariz. Ela pode interromper ligamentos nasais e, se necessário, reduzir a cartilagem e o osso do paciente. Mas seu grande diferencial é o alcance de um resultado mais natural e duradouro.

Nesse caso, durante a cirurgia, o médico coloca alguns pontos de fixação e enxertos de cartilagem com a finalidade de manter os ossos fortalecidos e bem estruturados. Além de um melhor resultado estético, a técnica mantém o nariz no lugar e ainda evita problemas respiratórios.

Como evitar complicações na Rinoplastia de redução de nariz?

incisao corte de nariz

A Rinoplastia é um procedimento complexo e que pode enfrentar complicações. Porém, a taxa de sucesso é considerada alta. A cada 100 pacientes que fazem a cirurgia, entre 5 e 27 podem precisar de uma cirurgia secundária.

Essas pessoas enfrentam complicações ou não ficam satisfeitas com o resultado. Entretanto, alguns problemas podem ser evitados. Veja como!

Procurar um cirurgião plástico especialista em Rinoplastia

A sua primeira providência é marcar uma consulta com um especialista em Rinoplastia. De fato, essa é a melhor maneira de minimizar os riscos relacionados à cirurgia, principalmente erros médicos e falhas no diagnóstico.

O ideal é procurar por indicações e pesquisar a reputação do médico. Busque avaliações de outros pacientes e verifique se ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e tem conhecimentos específicos para realizar Rinoplastia.

Tire todas as suas dúvidas durante as consultas

Um médico experiente e competente está apto a sanar todas as suas dúvidas. Por isso, durante as consultas que antecedem o procedimento, pergunte e converse sobre suas inseguranças e expectativas.

Faça todos os exames solicitados

Além dos cuidados anteriores, é essencial que o paciente se dedique ao pré-operatório. Ou seja, ele deve realizar todos os exames médicos solicitados, como hemograma, urina e eletrocardiograma.

Em algumas situações, o médico pode solicitar exames de imagem para verificar possíveis desvios de septo ou casos excepcionais que devem ser analisados com mais critério — isso é ainda mais comum em Rinoplastias Secundárias.

Como é o pós-operatório da cirurgia?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a recuperação de uma cirurgia de redução de nariz é muito tranquila. A maioria dos pacientes não reclama de dores fortes e conseguem retornar às suas atividades em poucos dias.

Lembrando que é totalmente esperado o aparecimento de hematomas e inchaço no rosto. Afinal, a área passou por um procedimento invasivo, principalmente quando é realizada a raspagem óssea. No entanto, as manchas roxas logo desaparecem sem deixar qualquer sequela no rosto.

Além disso, nos primeiros dias, é comum que o paciente tenha uma certa dificuldade para respirar, uma vez que os tecidos estão inchados. Esse desconforto é passageiro e reduz conforme o organismo se recupera do trauma.

Conforme mencionamos, o procedimento não é doloroso. Por isso, a maioria dos pacientes vão para casa com uma receita de analgésicos comuns, como Ibuprofeno e Dipirona. 

O retorno ao trabalho e às atividades rotineiras pode ser feito entre 7 e 15 dias. Já a prática de atividades físicas é autorizada após 30 dias, desde que feito de forma progressiva para não prejudicar a cicatrização.

Tire suas dúvidas com o Dr. Érick Oliveira!

A redução de nariz pode te ajudar a ter um rosto mais harmônico e bonito. O Dr. Érick Oliveira é cirurgião plástico há mais de 10 anos e fez especialização em Rinoplastia nos Estados Unidos. Por isso, agende agora mesmo uma consulta e tire todas as suas dúvidas!